UOL Notícias Notícias
 
16/07/2010 - 19h05

Cardeal cubano foi aos EUA antes de libertação de presos, diz Washington

Washington, 16 jul (EFE).- O Departamento de Estado americano confirmou hoje que o cardeal cubano Jaime Ortega esteve em junho nos Estados Unidos, pouco antes de a Igreja Católica da ilha anunciar o acordo que alcançou com o Governo para a libertação de 52 presos políticos.

A afirmação foi feita pela porta-voz para o Hemisfério Ocidental, Virgínia Staab, em declarações à Agência Efe.

O Departamento dirigido pela secretária de Estado, Hillary Clinton, não confirmou, no entanto, a reunião que Ortega teve com o secretário de Estado adjunto para o continente americano, Arturo Valenzuela, segundo informa o jornal espanhol "El País".

Porém, Virgínia disse que o Governo do presidente Barack Obama sabia "através de várias fontes" que Cuba "estava planejando libertar presos políticos e que a Igreja Católica e o Governo da Espanha estavam colaborando para isso".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host