UOL Notícias Notícias
 
16/07/2010 - 23h15

Chávez ameaça romper relações diplomáticas com Colômbia

Caracas, 16 jul (EFE).- O líder da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou nesta sexta-feira que não comparecerá à posse do presidente eleito da Colômbia, Juan Manuel Santos, e advertiu que "poderia romper as relações" com Bogotá "nas próximas horas".

Em evento universitário transmitido em cadeia nacional obrigatória de rádio e televisão, Chávez chamou o atual presidente colombiano, Álvaro Uribe, de "mafioso" e o considerou "capaz de qualquer coisa".

Nas últimas horas, a Colômbia acusou a Venezuela de abrigar guerrilheiros em seu território, e nesta sexta anunciou que levará o assunto à Organização dos Estados Americanos (OEA), enquanto Caracas já ordenou o retorno de seu embaixador em Bogotá.

Após garantir que a Venezuela "não esconde ninguém", Chávez disse que "caso sigam com essas loucuras, nas próximas horas vou romper relações com a Colômbia, e seria muito difícil" o reatamento depois que Santos assumir, no dia 7 de agosto.

Para Chávez, Uribe está "brigado" com Santos, e por isso está o "sabotando".

"Faço um chamado ao presidente eleito: peço que fique longe de Uribe", disse, lembrando que tinha autorizado seu ministro de Exteriores, Nicolás Maduro, a se reunir com María Ángela Holguín, futura ministra das Relações Exteriores de Santos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host