UOL Notícias Notícias
 
16/07/2010 - 12h03

Venezuela diz que denúncia colombiana sobre as Farc busca minar relações

Caracas, 16 jul (EFE).- O Governo da Venezuela afirmou hoje que as novas denúncias feitas pela Colômbia sobre a suposta presença de guerrilheiros em território venezuelano buscam minar as relações bilaterais e, ao mesmo tempo, fez votos de que o próximo Governo colombiano dê "prioridade" a um plano de paz.

É um "novo esforço para destruir as relações", ressalta uma nota da Chancelaria venezuelana, que adverte que "se a situação continuar", poderão ser adotadas "medidas políticas e diplomáticas muito firmes e contundentes".

O comunicado foi emitido pelo Governo de Hugo Chávez em resposta às declarações do ministro da Defesa colombiano, Gabriel Silva, na quinta-feira, enquanto apresentava à imprensa supostas provas de que importantes chefes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e do Exército de Libertação Nacional (ELN) se escondem na Venezuela, cuja divulgação foi proibida por razões de segurança.

"O patético espetáculo midiático oferecido (ontem por Silva), constitui uma tentativa desesperada por minar uma eventual normalização das relações bilaterais, onde não faltaram intrigas da embaixada dos Estados Unidos em Bogotá, cujo titular foi consultado pelo ministro da Defesa antes de oferecer sua entrevista coletiva", afirma o comunicado da Chancelaria venezuelana.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host