UOL Notícias Notícias
 
19/07/2010 - 19h09

Parlamento do Suriname elege ex-ditador Bouterse como presidente

Castries, 19 jul (EFE).- O ex-ditador Desi Bouterse foi eleito hoje como presidente do Suriname pelo Parlamento do país com 36 votos a favor e 13 contra, apesar de enfrentar um julgamento pelo assassinato em 1982 de 15 opositores, segundo a imprensa local.

Esta é a terceira vez que Bouters, condenado por tráfico de cocaína em 1999, terá o poder na nação sul-americana após dois golpes militares, em 1980 e 1990.

Seu adversário na disputa de hoje era o ministro da Justiça e Polícia, Chandrikapersad Santokhi, de 51 anos.

O presidente do Suriname é escolhido em eleições realizadas pela Assembleia Nacional, que tem 51 cadeiras, com uma maioria de 32 votos ou mais.

A coalizão de Bouterse, Mega Combinação (MG), tem 23 cadeiras, seguida pela Nova Frente pela Democracia e o Desenvolvimento (NF), com 13. As 15 restantes estão em poder de outros partidos e alianças.

Os resultados causaram preocupação entre os membros da NF, que meses antes da eleição advertiram que os surinameses não deveriam esquecer da forma como Bouterse já governou.

Bouterse, um ex-militar de 66 anos, foi julgado e condenado à revelia a 11 anos de prisão por tráfico de cocaína em um tribunal de Amsterdã.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host