UOL Notícias Notícias
 
20/07/2010 - 18h56

Assembleia cubana discutirá relação com UE e planos dos EUA

Havana, 20 jul (EFE).- Em sua reunião de 1º de agosto, a primeira das duas anuais, a Assembleia Nacional de Cuba tratará da relação da ilha com a União Europeia (UE) e dos "planos bélicos" dos Estados Unidos contra Irã e Coreia do Norte, entre outros assuntos, segundo a agenda divulgada hoje pela imprensa oficial.

O presidente da Comissão de Relações Internacionais, Ramón Pez Ferro, adiantou que esse grupo parlamentar também analisará antes da reunião do Parlamento a situação do Haiti, a mudança climática, o papel da ONU e a colaboração estrangeira em vários municípios cubanos.

A UE mantém desde 1996 a chamada "posição comum" em relação a Cuba, que condiciona as relações do bloco com a ilha a avanços em matéria de direitos humanos e a sua abertura democrática.

Em junho, a UE decidiu adiar a revisão anual da política para a ilha à espera dos resultados no processo de diálogo aberto entre as autoridades e a Igreja Católica cubana.

Esse diálogo levou o regime cubano a se comprometer a libertar 52 presos políticos de forma gradual.

De acordo com a agenda parlamentar antecipada hoje, a Assembleia cubana também se pronunciará sobre os atritos dos Estados Unidos com Irã e Coreia de Norte, que segundo o ex-presidente Fidel Castro pode levar a uma catástrofe nuclear.

A agenda também inclui assuntos de caráter local, como a liquidação do orçamento de 2009 e iniciativas relacionadas à produção agropecuária.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host