UOL Notícias Notícias
 
20/07/2010 - 10h23

Autoridades iranianas enforcam suposto traficante em público

Teerã, 20 jul (EFE).- Um homem acusado de um suposto delito de compra e venda de 73 gramas de heroína e 423 gramas de craque foi condenado à pena de morte nesta segunda-feira, no Irã, como informou o jornal conservador "Keyhan" nesta terça.

O homem, identificado com as iniciais da SH, foi condenado ao enforcamento público por um tribunal revolucionário de Ahvaz, capital da província iraniana do Kuzistão.

Segundo o jornal, a execução pública, que voltou a ser praticada há algum tempo no Kuzistão, diminuiu o número de crimes na província.

No Irã, existe mais de cem delitos que podem ser castigados com pena máxima, como roubo à mão armada, tráfico de drogas, assassinato e adultério. Além disso, qualquer pessoa que a justiça iraniana considere como um "muharib" (que luta contra Alah e seu profeta Maomé) também pode ser condenado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host