UOL Notícias Notícias
 
20/07/2010 - 08h05

Brasil procura na Expo 2010 apoio chinês as suas maravilhas da natureza

Xangai, 20 jul (EFE).- Brasil apresentou hoje em seu pavilhão na Exposição Universal de Xangai suas duas finalistas no concurso "As Novas Sete Maravilhas da Natureza": as cataratas do Iguaçu e a floresta amazônica, com o objetivo de cativar os chineses com sua beleza e convencê-los a votarem nelas.

"Se os chineses votarem em nossas atrações, não há dúvida de que ambas estarão entre as sete maravilhas", declarou à Agência Efe o diretor do pavilhão brasileiro, Pedro Wendler.

A apresentação das candidaturas à imprensa no gigante asiático contou com a participação do criador do concurso, o suíço Bernard Weber, e dos diretores dos pavilhões dos países com os quais Brasil compartilha território nas duas maravilhas naturais finalistas.

Com uma extensão de sete milhões de quilômetros quadrados, a Amazônia abrange também territórios do Equador, Bolívia, Colômbia, Peru, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa. Do total, 60% está em território brasileiro. As 275 cascatas das Cataratas do Iguaçu ocupam uma área na fronteira com a Argentina.

Weber iniciou a apresentação com um vídeo de três minutos sobre o concurso e seus 28 finalistas, seguido por Wendler, que apresentou em imagens as belezas brasileiras.

"Acho que conseguimos emocionar os chineses, eles não imaginavam que na Amazônia há botos com os quais é possível nadar", disse Wendler, em referência aos botos rosas típicos da bacia do rio Amazonas.

Mesmo sem terem divulgado o número de votos que as candidaturas receberam até agora, o diretor do pavilhão brasileiro disse que as duas atrações sul-americanas estão entre as sete primeiros.

Para não perder essa vantagem, Wendler se reunirá com os diretores dos pavilhões dos países com os quais o Brasil compartilha essas maravilhas naturais para planejar novas ações que as confirmem entre as preferências chinesas.

Sem candidaturas finalistas, os chineses têm a cadeia de montanhas Yushan ("Montanhas de Jade"), em Taiwan, entre as 28 que seguem na competição.

A cordilheira Yushan fica no centro do território da ilha e tem seu ponto mais alto a 3.952 metros de altitude.

O pavilhão do Brasil não foi o único visitado por Bernard Weber na Expo, que também visitou os de outros seis países com atrações entre os finalistas de seu concurso: Israel, Ilhas Maldivas, Canadá, Polônia, Bangladesh e território palestino.

A competição começou em 2007, com 440 candidatos, número reduzido a 77 após uma primeira etapa de votação pela internet, e depois a 28 finalistas, que foram escolhidos por uma equipe de analistas convidados pela fundação New7Wonders.

Mas será o público quem elegerá os vencedores por meio da página do concurso na rede, e os resultados serão anunciados em 2011.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host