UOL Notícias Notícias
 
26/07/2010 - 14h04

Cristina receberá chanceler venezuelano para falar de crise com Colômbia

Buenos Aires, 26 jul (EFE).- A presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, receberá amanhã o chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, como parte das consultas regionais sobre a crise entre Venezuela e Colômbia, informou hoje o Ministério das Relações Exteriores da Argentina.

Fontes oficiais consultadas pela Agência Efe apontaram que, muito provavelmente, Maduro será recebido também pelo secretário-geral da União de Nações Sul-americanas (Unasul), o ex-presidente argentino Néstor Kirchner, que procura atuar como mediador no conflito diplomático Colômbia e Venezuela.

Maduro se reunirá na manhã de terça-feira com Cristina "a pedido do Governo de Hugo Chávez", diz um comunicado da Chancelaria argentina.

O ministro das Relações Exteriores venezuelano será recebido amanhã em Buenos Aires por seu colega argentino, Héctor Timerman, que também participará do encontro com Cristina.

Às 20h de hoje (horário de Brasília), a chefe de Estado argentina se reúne com o presidente eleito colombiano, Juan Manuel Santos. Depois, segue para a residência do embaixador colombiano em Buenos Aires, Álvaro García Jiménez, onde jantará com Kirchner.

A ruptura de relações entre Colômbia e Venezuela levou o Equador, presidente temporário da Unasul, a convocar uma reunião extraordinária do Conselho de Chanceleres do organismo para a próxima quinta-feira.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou na quinta-feira passada o rompimento das relações com a Colômbia depois que o país vizinho apresentou na Organização dos Estados Americanos (OEA) documentos que comprovariam a presença de 1.500 integrantes de guerrilhas colombianas em território venezuelano.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host