UOL Notícias Notícias
 
01/08/2010 - 20h15

Obama diz que é cedo para fazer balanço de Governo

Washington, 1 ago (EFE).- Ao completar 18 meses de Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou que considera cedo fazer um balanço de seu mandato, mas que tem claro que seu trabalho está "incompleto".

Em entrevista à rede de TV "CBS", gravada na sexta-feira e exibida hoje, o líder recusou outorgar-se uma nota, mas disse que no boletim figuraria a frase "incompleto", porque embora tenha um histórico de conquistas bastante positivo, a economia ainda não se recuperou plenamente.

"Ainda temos um longo caminho a percorrer", afirmou sobre o estado atual da economia americana.

Entre suas conquistas, nominou o fato de ter evitado o colapso completo da economia, o resgate dos mercados financeiros e da indústria automobilística e ainda a conquista do apoio do Congresso à sua reforma sanitária.

O presidente acredita que os americanos não dão sempre ao Governo o crédito que mereceria, mas o atribuiu isso ao medo, à frustração e ao aborrecimento que causa aos cidadãos o fato de a economia do país não ter se recuperado.

"As pessoas tem todo o direito de ter medo, de estarem frustradas. Não espero que os americanos estejam satisfeitos quando só percorremos a metade do caminho", afirmou Obama.

Disse que as críticas são inevitáveis, pois "quando se é presidente é normal que as pessoas centram a atenção em ti sempre que algo não vai bem", disse.

Fora do Salão Oval o que o presidente gosta de fazer é estar com suas filhas Malia, de 12 anos, e Sasha, de 9 anos.

Jantar com sua família e dedicar tempo as meninas "é um prêmio". Ele disse que a razão pela qual quis ser presidente é assegurar que suas filhas, Malia e Sasha, viverão num país mais forte.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host