UOL Notícias Notícias
 
01/08/2010 - 15h55

Polícia de Bogotá diz que evitou atentado das Farc

Bogotá, 1 ago (EFE).- A Polícia de Bogotá informou hoje que, após trabalhos de inteligência, frustrou um plano terrorista das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) prévio à posse do novo presidente colombiano, Juan Manuel Santos, no próximo sábado.

Quatro supostos traficantes de armas e explosivos foram presos.

Conforme o chefe da direção central da polícia judicial e inteligência (Dijin), general Luis Gilberto Ramírez Calle, revelou a jornalistas que após trabalhos de inteligência, se estabeleceu que o chefe militar das Farc, Víctor Julio Suárez Rojas, conhecido como "Macaco Jojoy", ordenou entregar armas e explosivos em Bogotá para realizar os atentados na cidade.

Acrescentou que os rebeldes do chamado "bloco oriental" das Farc, diante da dificuldade de entrar na capital com armas e explosivos, entrou em contato com os traficantes e comprou no mercado negro os elementos para um comando dessa guerrilha.

O general Ramírez Calle insistiu que a intenção das Farc era atingir a posse de Santos.

Segundo o oficial, a guerrilha tem outros planos para cometer ações terroristas em diferentes cidades colombianas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,28
    3,182
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,29
    64.676,55
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host