UOL Notícias Notícias
 
01/08/2010 - 19h14

Raúl Castro anuncia redução do emprego estatal em Cuba

Havana, 1 ago (EFE).- O presidente de Cuba, Raúl Castro, anunciou hoje que serão reduzidos os empregos estatais e que se ampliará o emprego por conta própria.

Em seu discurso diante da Assembleia Nacional, Raúl Castro ressaltou que a unidade da Revolução e de sua direção é hoje "mais sólida do que nunca" e reafirmou que o caráter socialista do sistema político e social de Cuba é "irrevogável".

O presidente cubano disse diante do Parlamento que o Conselho de Ministros acordou entre os dias 16 e 17 de julho "um conjunto de medidas.

Em uma primeira fase, que concluirá no primeiro trimestre de 2011, será modificado o tratamento laboral e salarial dos trabalhadores estatais "disponíveis", serão cortados "enfoques paternalistas que desestimulem a necessidade de trabalhar" para reduzir "despesas improdutivas".

Outra decisão do Governo é ampliar o trabalho por conta própria com a eliminação de várias proibições vigentes, para outorgar novas formas, a comercialização de algumas produções e a flexibilização da contratação laboral.

O empreendedor contará com um novo regime tributário para garantir que este setor contribua à seguridade social e abone impostos sobre receitas pessoais e vendas assim como pela contratação de trabalhadores.

Raúl Castro assegurou que "ninguém ficará abandonado à própria sorte" e que "o Estado socialista dará o apoio necessário para uma vida digna".

Mas advertiu que "é preciso apagar para sempre a ideia de que Cuba é o único país do mundo em que se pode viver sem trabalhar".

Antes de fazer os anúncios, o general criticou as "campanhas de imprensa" que distorcem a realidade de Cuba e que "anteciparam com estridência o anúncio de supostas reformas no sistema econômico e social e a aplicação de receitas capitalistas para canalizar a economia".

"Alguns inclusive se atreveram a descrever a existência de uma luta entre tendências na direção da Revolução" reprovou o presidente cubano, que reafirmou que Cuba atualizará seu modelo econômico ao seu ritmo, com responsabilidade e sem improvisações.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host