UOL Notícias Notícias
 
02/08/2010 - 06h48

Aumenta para 15 número de mortos em nova onda de protestos na Caxemira

Nova Délhi, 2 ago (EFE).- Um total de 15 pessoas morreu na nova onda de protestos contra a Índia que começou na sexta-feira passada na Caxemira, em cujo vale continua em vigor um toque de recolher que grupos de manifestantes desafiaram hoje em Srinagar, informaram fontes oficiais.

Um jovem caxemiriano ferido há três dias no sul do Estado por gás lacrimogêneo lançado contra manifestantes pelas forças indianas de segurança morreu esta madrugada, segundo uma fonte policial citada pelas agências indianas "PTI" e "Ians".

Com esta morte, são 15 as pessoas que morreram no vale da Caxemira - oito delas ontem - onde a violência se suscitou novamente na sexta-feira passada apesar dos apelos à calma do primeiro-ministro regional, Omar Abdullah.

Abdullah voou hoje para Nova Délhi para uma reunião de emergência com o ministro do Interior, P. Chidambaram, que em um comparecimento ao Parlamento qualificou de "grave" a situação na Caxemira, uma região de maioria muçulmana que a Índia disputa com o Paquistão desde 1947, ano da independência de ambas as nações.

Apesar do toque de recolher que rege de novo no vale, onde predomina a tensão desde junho passado, grupos de manifestantes desafiaram as autoridades e foram para as ruas desde a sexta-feira passada em várias localidades, e esta manhã também na capital, Srinagar.

"A situação tomou um viés sério nos últimos dias", admitiu Chidambaram perante os deputados, segundo a "Ians".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host