UOL Notícias Notícias
 
02/08/2010 - 03h35

Pelo menos 951 pessoas morrem devido às inundações no Paquistão

Islamabad, 2 ago (EFE).- As graves inundações no Paquistão já causaram pelo menos 951 vítimas fatais, a maioria no noroeste, enquanto a mesma situação se prevê que chegue ao sul do país, segundo disse à Agência Efe uma fonte oficial.

O diretor de operações da Autoridade Nacional de Gestão de Desastres (NDMA), Amre Siddique, informou que pelo menos 776 pessoas morreram na província noroeste de Khyber-Pakhtunkhwa, que sofreu as piores cheias em sua história, e onde os trabalhos de resgate continuam.

Siddique disse ter registradas 776 vítimas fatais em Khyber-Pakhtunkhwa, 90 na província de Balochistão (oeste), 47 na Punjab (leste), 32 na Caxemira (nordeste) e seis na região de Gilgit.

O conselheiro de Informação de Khyber-Pakhtunkhwa, Mian Iftikhar Hussain, citado pelo canal paquistanês "Geo", assegurou no entanto que mais de 1.100 pessoas morreram só nessa província, onde acrescentou que há mais de um milhão e meio de afetados.

As autoridades temem agora que as chuvas e o transbordamento do principal rio do país, o Indo, sejam catastróficos na zona sudeste do país.

O canal paquistanês "Express" disse que já há mais de dois milhões de afetados pelas inundações.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host