UOL Notícias Notícias
 
04/08/2010 - 07h04

Espanha prende 123 membros de rede de casamentos de conveniência

Madri, 4 ago (EFE).- A Polícia espanhola desarticulou uma organização dedicada a realizar casamentos de conveniência entre espanhóis e estrangeiros em situação irregular, em operação que deteve 123 pessoas.

As detenções aconteceram nas regiões da Catalunha, Madri e Valência, e entre os detidos há um advogado, vários colaboradores dele e uma funcionária do Registro Civil da localidade de Rubí (nordeste do país).

Segundo informou nesta quarta-feira a Polícia espanhola, o advogado, de origem colombiana, é responsável por uma empresa com escritórios em Terrassa (Barcelona) e Madri.

O grupo possibilitava a realização de casamentos fraudulentos em troca de três mil euros (cerca de US$ 4 mil). Uma vez formalizado o enlace, a documentação obtida permitia ao cidadão em situação irregular em território espanhol ter acesso ao visto de familiar de cidadão local.

A investigação foi iniciada em agosto do ano passado, quando agentes policiais detectaram a presença de um grupo de pessoas que possibilitavam a realização de casamentos fraudulentos após pagamento.

Para realizar as uniões, havia várias irregularidades, com utilização de documentos falsos durante o processo.

Na fase inicial da investigação, os agentes averiguaram que entre os envolvidos estão o advogado, vários de seus colaboradores e uma trabalhadora do Registro Civil de Rubí, e identificaram outras pessoas que desenvolviam trabalhos de captação e intermediação entre pessoas que se ofereciam para participar do processo e os responsáveis pela organização.

Segundo a Polícia, que mantém aberta a operação, todos os casamentos estavam sendo inscritos no Registro Civil de Rubí.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host