UOL Notícias Notícias
 
04/08/2010 - 04h09

Perícia indica que prefeito de Duisburg não tem responsabilidade em tragédia

Berlim, 4 ago (EFE).- Uma perícia independente sobre a tragédia do festival musical "Love Parade", que causou a morte de 21 pessoas, chegou à conclusão de que a cidade de Duisburg e seu prefeito, Adolf Sauerland, não são responsáveis diretos pela catástrofe.

O jornal alemão "Bild" revela nesta quarta-feira que uma perícia realizada por uma empresa independente por encomenda das autoridades de Duisburg estima que os responsáveis municipais não atuaram de forma negligente.

Além disso, e após estudar os 35 volumes de atas sobre o caso, os peritos concluem que a catástrofe aconteceu devido ao fato de outras pessoas, supostamente os próprios organizadores da festa, não terem aplicado corretamente as diretrizes da cidade de Duisburg para a realização do evento.

A tragédia de Duisburg comoveu a Alemanha no último dia 24 de julho, quando na maior festa de música tecno do mundo, vários erros de previsão causaram uma avalanche humana, com milhares de pessoas presas em um túnel dos anos 60, de cerca de dez metros de largura e sem saídas de emergência.

Após a catástrofe, se multiplicaram as vozes que pediram que o prefeito fosse responsabilizado.

Enquanto isso, o estado federado da Renânia do Norte-Vestfália aprovou novo pacote de financiamento de um milhão de euros para indenizar os familiares dos mortos e feridos no festival musical.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h49

    -0,14
    3,122
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,37
    64.938,02
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host