UOL Notícias Notícias
 
04/08/2010 - 14h03

Vice-presidente paraguaio reitera oposição a entrada de Venezuela no Mercosul

Assunção, 4 ago (EFE).- O vice-presidente do Paraguai, Federico Franco, reafirmou hoje sua rejeição à entrada plena da Venezuela no Mercosul, em declarações à imprensa.

De declarada divergência com o presidente Fernando Lugo, Franco disse que sua oposição ao líder venezuelano, Hugo Chávez, "é muito clara" e que a expressou publicamente quando lhe perguntaram sobre o assunto.

A adesão plena da Venezuela no Mercosul - bloco formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai - só depende da aprovação do Parlamento paraguaio para ser concretizada.

O vice-presidente paraguaio fez as declarações um dia depois de o chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, durante a cúpula de presidentes do Mercosul, fazer um apelo ao Paraguai para que ratifique a Venezuela como membro pleno do bloco.

"Nas vezes que falei com vocês sempre lhes disse minha posição a respeito de Hugo Chávez", ressaltou Franco, cuja principal função constitucional é de articular políticas entre o Executivo e o Congresso paraguaio, de maioria opositora.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host