UOL Notícias Notícias
 
05/08/2010 - 23h06

Correa confirma conversa com Santos em Bogotá

Quito, 5 ago (EFE).- O presidente equatoriano, Rafael Correa, confirmou hoje que no próximo sábado se reunirá em Bogotá com o novo governante colombiano, Juan Manuel Santos, que tomará posse no mesmo dia.

Em declarações a jornalistas, Correa disse que viajará no sábado até Bogotá para a posse de Santos e se reunirá com o colombiano depois da cerimônia.

"Acho que com a mudança de Governo (na Colômbia) vamos melhorar as relações, a tal ponto que hoje nos comunicaram que o presidente Santos quer uma (reunião) bilateral comigo", relatou Correa.

Para Correa, o fato de um presidente pedir, no dia de sua posse, uma reunião bilateral, representa a importância que Santos dá a uma conversa com o Equador.

O Equador rompeu suas relações diplomáticas com a Colômbia em 3 de março de 2008, dois dias após um ataque militar colombiano contra um acampamento das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em solo equatoriano.

O bombardeio deixou 26 mortos, entre eles o então porta-voz internacional das Farc, 'Raúl Reyes'. À época, o ministro da Defesa da Colômbia era Juan Manuel Santos.

Santos justificou a existência da operação ao afirmar que atuava "contra o terrorismo". Como presidente eleito, ratificou seu interesse de melhorar as relações com o Equador.

Hoje, Correa disse que o reatamento pleno das relações com a Colômbia será alcançado "sem esquecer o passado".

Segundo o presidente equatoriano, a retomada das relações não quer dizer que o país vai deixar o ocorrido "impune".

Correa destacou as declarações de Santos no sentido de que entregaria ao Equador a informação contida em computadores supostamente obtidos pela Colômbia durante a operação e que, segundo Bogotá, pertenciam a 'Raúl Reyes'.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host