UOL Notícias Notícias
 
05/08/2010 - 11h17

Putin propõe suspender exportação de cereais e outros produtos agrícolas

Moscou, 5 ago (EFE).- O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, propôs hoje suspender provisoriamente as exportações de cereais e outros produtos agrícolas devido à estiagem que afeta grande parte de seu país.

"Considero conveniente impor uma proibição provisória à exportação de cereais e outros produtos agrícolas", disse Putin durante uma reunião do Governo, citado pela agência oficial "Itar-Tass".

Putin justificou a medida devido às altas temperaturas e à estiagem que afetam mais de 20 regiões, tanto na parte europeia do país quanto na Sibéria.

Ele explicou que a suspensão das exportações tem como objetivo impedir o aumento dos preços no mercado interno.

"A suspensão das exportações de cereais entrará em vigor em 15 de agosto e vai valer até 1º de dezembro", precisou pouco mais tarde Dmitri Peskov, porta-voz do Governo.

A decisão de Putin afetará certamente os preços dos cereais em nível internacional, já que a Rússia é um dos maiores exportadores mundiais do grão.

Recentemente, o Ministério da Agricultura revisou para baixo as previsões da colheita do grão para o ano, que ficariam entre 70 milhões e 75 milhões de toneladas, bem abaixo dos 97 milhões de 2009.

Rússia, que declarou estado de emergência em mais de 20 regiões devido à estiagem, perdeu mais de 10 milhões de hectares de cultivos.

As autoridades tinham assegurado até agora que neste ano manteriam as exportações de cereais nos mesmos níveis de 2009, quando estas totalizaram 21,4 milhões de toneladas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host