UOL Notícias Notícias
 
06/08/2010 - 22h10

Kirchner chega a Bogotá para mediar crise Colômbia-Venezuela

Bogotá, 6 ago (EFE).- O secretário-geral da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), o ex-líder argentino Néstor Kirchner, chegou hoje a Bogotá para mediar a crise diplomática entre Colômbia e Venezuela na véspera da posse de Juan Manuel Santos como presidente colombiano.

Para Kirchner, a mudança de Governo amanhã na Colômbia é uma oportunidade "para que os povos" da região "possam continuar crescendo e confraternizando, para construir uma América Latina para todos".

Pouco antes de sair da Venezuela, onde esteve reunido com o presidente Hugo Chávez e com o brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, Kirchner disse à imprensa que sua tarefa como secretário-geral da Unasul "é contribuir para o reencontro de duas nações irmãs".

As relações Bogotá-Caracas estão rompidas desde 22 de julho por decisão de Chávez, que considerou uma "agressão" a Colômbia denunciar na Organização dos Estados Americanos (OEA) que há guerrilheiros colombianos em território venezuelano.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host