UOL Notícias Notícias
 
07/08/2010 - 08h40

ONG crê que estrangeiros mortos no Afeganistão são de EUA, R.Unido e Alemanha

Cabul, 7 ago (EFE).- O diretor da ONG cristã International Assistance Mission (IAM), Dirk Frans, declarou hoje à Agência Efe que os membros estrangeiros da organização assassinados no norte do Afeganistão são "presumivelmente" seis americanos, um britânico e um alemão.

"Até um completo exame dos cadáveres, não podemos confirmar oficialmente as mortes", declarou Frans, segundo o qual uma equipe médica da IAM formado por dez pessoas estava na província de Badakhshan (nordeste afegão).

Mais cedo, uma fonte policial tinha dito que os corpos baleados de oito estrangeiros de nacionalidades diferentes das citadas por Frans e de dois afegãos tinham sido achados ontem à noite em um distrito remoto de Badakhshan.

Junto aos cadáveres - três deles de mulheres -, as autoridades encontraram três veículos crivados de tiros.

A fonte policial não identificou os agressores e apontou que poderia ter sido um assalto, mas o movimento talibã reivindicou o ataque por meio de seu site.

Os insurgentes disseram ter matado ontem "nove estrangeiros e um tradutor afegão" que não detiveram seus veículos quando os talibãs pediram.

"Os nove tinham documentos de inteligência que mostram que eram espiões", assegurou o movimento talibã.

Em comunicado prévio às declarações de Frans, a IAM disse ser "provável" que os mortos pertençam a uma de suas equipes de ajuda médica.

"A equipe esteve no Nuristão (província ao sul de Badakhshan) a convite das comunidades locais. Após completar seu trabalho, a equipe estava voltando a Cabul", relatou a organização, que disse conceder ajuda humanitária no Afeganistão desde 1966.

"Alguns dos estrangeiros trabalharam junto ao povo afegão durante décadas. Esta tragédia tem um impacto negativo em nossa capacidade para seguir servindo ao povo afegão", acrescenta a nota.

A embaixada americana em Cabul divulgou um comunicado de imprensa na qual disse ter "motivos para crer que vários cidadãos americanos estão entre os falecidos".

"Não podemos confirmar detalhes neste momento, mas estamos trabalhando ativamente com as autoridades locais para saber mais sobre as identidades e as nacionalidades destes indivíduos", informou a diplomacia americana, sem dar mais detalhes.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host