UOL Notícias Notícias
 
07/08/2010 - 03h13

Paquistão teme agravamento das inundações nas próximas horas

Islamabad, 7 ago (EFE).- As autoridades paquistanesas alertaram neste sábado que as chuvas previstas para as próximas horas podem agravar o alcance das inundações, que afetaram 12 milhões de pessoas e continuam obrigando a realização de grandes operações de resgate.

Um porta-voz da Autoridade Nacional de Gestão de Desastres, Ahmad Kamal, explicou à agência Efe por telefone que outras 20 pessoas morreram por causa das cheias de um rio em uma localidade da região nortista de Gilgit-Baltistan.

A fonte disse que o número de vítimas "está aumentando" e situou o número de falecidos nos últimos dias em 1.100, apesar de a ONU ter calculado na quinta-feira que o número passaria de 1.600.

"Outra vez teremos inundações nas províncias do Punjab (leste) e Khyber-Pakhtunkhwa (noroeste), e os trabalhos de resgate estão sendo intensificados", explicou o porta-voz.

Kamal alertou que o serviço meteorológico previu chuvas até este domingo, o que poderia agravar uma catástrofe "que não tem precedentes".

As autoridades temem agora que as inundações se estendam mais ainda na província sulina de Sindh, e o porta-voz se mostrou especialmente preocupado pela possibilidade de a represa de Guddu transbordar, já que durante as últimas 24 horas cresceu significativamente o nível das águas, e ela já está no limite de sua capacidade.

De Sindh foram evacuadas cerca de 500 mil pessoas das margens do rio Indo, segundo a ONU e fontes oficiais, embora Kamal tenha dito que não pode confirmar se este número aumentou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h40

    0,05
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h49

    1,83
    63.809,21
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host