UOL Notícias Notícias
 
08/08/2010 - 18h56

Chávez rejeita embaixador dos EUA designado para a Venezuela

Caracas, 8 ago (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse hoje que o embaixador dos Estados Unidos designado para atuar em Caracas, Larry Palmer, foi reprovado ao cargo pelas declarações que fez no Senado e pediu ao presidente americano, Barack Obama, que arranje outro candidato.

"Como Obama acha que vou aceitar esse embaixador? O melhor é que o retire. Não insista, ele mesmo se desabilitou", disse Chávez em seu programa dominical de rádio e televisão.

No último dia 3, Palmer disse no Comitê de Relações Exteriores do Senado americano que o moral dos militares venezuelanos era "consideravelmente baixo, particularmente devido a designações orientadas pelo político".

A afirmação do diplomata estava entre as respostas a um questionário de 12 perguntas que os senadores lhe formularam para avaliar sua idoneidade como novo embaixador em Caracas.

Com suas declarações, Palmer "rompeu todas as regras da diplomacia, intrometendo-se conosco e, inclusive, com as Forças Armadas, talvez para buscar o aplauso dos senadores", considerou Chávez.

"O melhor que pode fazer o Governo dos Estados Unidos é buscar outro candidato para avaliar. Eles devem ser os primeiros a entender isso", argumentou o governante venezuelano.

Chávez disse também que apoiava totalmente a resposta que o alto comando militar venezuelano deu a Palmer, negando que houvesse um estado de baixo moral entre as Forças Armadas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host