UOL Notícias Notícias
 
08/08/2010 - 14h33

Equador analisará discos rígidos entregues pela Colômbia

Quito, 8 ago (EFE).- O ministro de Defesa equatoriano, Javier Ponce, afirmou que serão analisados os discos rígidos dos computadores que a Colômbia diz ter apreendidos do guerrilheiro conhecido como "Raúl Reyes", morto numa operação militar em 2008 Os discos rígidos foram entregues neste sábado ao Equador, informa hoje a agência estatal "Andes".

Ponce indicou que os discos rígidos "serão minuciosamente estudados para saber o que contêm, porque isso já causou dano demais".

Ele ressaltou que, com as informações que supostamente continham esses discos rígidos, o país foi internacionalmente desprestigiado no episódio em que a Colômbia os confiscou.

Segundo ele, ainda falta que a Colômbia entregue as informações sobre como se deu o bombardeio de 1º de março de 2008 a um acampamento das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em Angostura, no qual morreram 26 pessoas, entre elas Raúl Reyes, quatro estudantes mexicanos e um equatoriano.

O presidente do Equador, Rafael Correa, confirmou ontem que o Governo da Colômbia, liderado agora por Juan Manuel Santos, já lhe entregou os computadores supostamente apreendidos de Raúl Reyes, codinome de Luis Edgar Devia, considerado então o 'chanceler' das Farc.

"Já nos entregaram os discos rígidos dos computadores. Nos próximos dias, vão nos entregar também informações do bombardeio", disse Correa aos jornalistas em Bogotá, onde compareceu neste sábado à cerimônia de posse de Juan Manuel Santos como novo presidente colombiano.

A entrega desses computadores era uma das exigências do Equador no processo de diálogo iniciado com a Colômbia para tentar restabelecer as relações diplomáticas bilaterais, rompidas pelo Governo de Correa dois dias depois dessa incursão de militares colombianos a território equatoriano sem aviso nem permissão.

Correa rompeu as relações com o Governo do ex-presidente Álvaro Uribe em 3 de março de 2008, dois dias depois do bombardeio colombiano a tal acampamento das Farc em território equatoriano, o que o Executivo de Quito considerou uma violação de sua soberania.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    -0,22
    3,175
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h23

    1,12
    65.403,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host