UOL Notícias Notícias
 
08/08/2010 - 16h16

Líder do Parlamento italiano acusa jornais de Berlusconi de persegui-lo

Roma, 8 ago (EFE).- O presidente da Câmara dos Deputados italiana, Gianfranco Fini, disse hoje que não tem "nada a esconder" no caso da venda de um apartamento em Monte Carlo herdado pela Aliança Nacional (AN), o extinto partido que ele liderava, e acusou os jornais de Berlusconi de "obsessiva campanha" contra ele.

O presidente da Câmara expressou que "não tem nada a esconder nem temer" quatro dias depois de a Promotoria de Roma abrir uma investigação de suposto estelionato na venda desse apartamento e em meio às incessantes críticas dos jornais da família do primeiro-ministro, ex-aliado de Fini.

Em longo comunicado, o presidente da Câmara dos Deputados afirmou também que é um equívoco alguém esperar que ele retroceda em sua luta em favor da legalidade e da transparência na política.

O ex-aliado de Berlusconi disse aceitar a investigação e que ele, "ao contrário de outros", não tem o costume de "gritar contra os juízes comunistas", em clara alusão ao primeiro-ministro.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host