UOL Notícias Notícias
 
08/08/2010 - 04h45

Pelo menos 60 pessoas morrem no Afeganistão por causa das inundações

Cabul, 8 ago (EFE).- Pelo menos 60 pessoas morreram durante os últimos dois dias por causa das inundações que castigam o centro e o leste do Afeganistão, informou hoje à Agência Efe uma fonte oficial.

O chefe do Departamento de Gestão de Desastres Naturais, Abdul Matin Edrak, assegurou que as águas destruíram centenas de casas e matou centenas de cabeças de gado.

As províncias mais afetadas são Nuristão, Nangarhar e Logar, no leste, e Ghazni, Wardak e Cabul, um pouco mais retiradas da fronteira com o Paquistão.

As chuvas já mataram há duas semanas umas 70 pessoas no leste afegão, mas durante os últimos dias se intensificaram e desde então o número total de mortos no Afeganistão chegou a 130, apesar da fonte dizer que se teme pela vida de mais cidadãos, particularmente em Nuristão.

Algumas destas áreas montanhosas são de difícil acesso e as autoridades têm problemas para avaliar o dano sobre a população e as infraestruturas.

Toda a região está vivendo uma grande catástrofe natural provocada pelas chuvas, que castiga uma população desprovida de recursos para enfrentar as inclemências climatológicas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host