UOL Notícias Notícias
 
09/08/2010 - 13h03

Aladi pede menos nacionalismos e mais soberania comum do bloco

Montevidéu, 9 ago (EFE).- O secretário-geral da Associação Latino-Americana de Integração (Aladi), o paraguaio José Félix Fernández Estigarribia, pediu hoje aos países da região que cedam em suas aspirações nacionais para fortalecer o conjunto e "juntos ser mais soberanos".

Estigarribia fez tal afirmação na abertura de um encontro em Montevidéu com políticos, parlamentares e analistas de vários países da região.

A Aladi está imersa na "integração silenciosa" e "não participa das grandes decisões", mas "vela pelo cumprimento eficiente do respaldo jurídico de inúmeras resoluções políticas que se tomam em outros âmbitos", enfatizou.

O objetivo da reunião regional é impulsionar a forma de "pensar juntos" para o desenvolvimento comum e analisar "como deverá ser nosso processo de integração nos próximos 50 anos", disse o diplomata.

Entre outros, participam do encontro o secretário-geral ibero-americano, Enrique Iglesias, e o presidente do Uruguai, José Mujica.

O encontro é parte das celebrações do 50º aniversário da Aladi, organização sediada em Montevidéu e integrada por Brasil, Argentina, Bolívia, Colômbia, Cuba, Chile, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host