UOL Notícias Notícias
 
09/08/2010 - 16h29

BP deposita US$ 3 bi em fundo de indenização para afetados por vazamento

Washington, 9 ago (EFE).- A BP anunciou hoje que fez um depósito inicial de US$ 3 bilhões em seu fundo de indenização de US$ 20 bilhões para os afetados pelo vazamento de petróleo de seu poço danificado no Golfo do México.

A empresa também informou sobre a criação de um fideicomisso supervisionado pelo Citigroup e dois membros independentes para gerir o fundo.

"O objetivo desta conta administrada por terceiros era garantir aos afetados pelo vazamento que nossa intenção é manter nosso compromisso com eles e os contribuintes dos Estados Unidos", disse em comunicado Bob Dudley, o próximo executivo-chefe da BP.

Em junho, a BP se comprometeu com o presidente americano, Barack Obama, a criar o fundo, que pagará US$ 5 milhões anualmente ao longo de quatro anos.

O novo fideicomisso será administrado "de forma independente" por John S. Martin, ex-juiz do distrito sul de Nova York, e Kent Syverud, decano da faculdade de Direito da Universidade de Washington.

O Citigroup servirá como "fideicomissário corporativo" e como agente para hospedar a conta, segundo o comunicado da BP.

O fundo será supervisionado pelo advogado Kenneth Feinberg, que também geriu o fundo de indenização às vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001, informou o diário "The New York Times".

O procurador-geral adjunto do Departamento de Justiça americano, Tom Perrelli, disse em comunicado que o depósito representa um "importante passo" para que a BP honre seu compromisso com Obama e os habitantes da região do Golfo do México.

"Deixamos claro que a companhia ainda precisa garantir que os fundos necessários estarão disponíveis caso algo ocorra ao agente que estabeleceu o fundo, e esperamos que se complete um mecanismo de segurança apropriado em um futuro próximo", acrescentou Perrelli.

A BP informou hoje que, até o momento, o custo de sua resposta ao vazamento chega a US$ 6,1 bilhões. O valor foi gasto em operações para conter o vazamento e a maré negra, nos subsídios aos estados afetados, indenizações a pessoas prejudicadas e em despesas federais.

Desde a explosão da plataforma "Deepwater Horizon", em abril, episódio que desencadeou o vazamento, a companhia recebeu 145 mil pedidos de indenização. No total, 103.900 já foram pagas, somando gastos de US$ 319 milhões.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host