UOL Notícias Notícias
 
10/08/2010 - 09h50

Comandante da Marinha uruguaia renuncia por fraude milionária

Montevidéu, 10 ago (EFE).- O comandante-em-chefe da Marinha uruguaia, Oscar Debali, apresentou nesta terça-feira sua renúncia do cargo por causa de uma investigação aberta por suposta fraude milionária na instituição que já custou a cabeça de outros quatro oficiais, informaram hoje à Agência Efe fontes do Ministério da Defesa.

Segundo as fontes, o ministro da área, Luis Rosadilla, deve anunciar nesta terça-feira se aceita ou não a renúncia, da qual foi informado ontem à noite pelo próprio Debali. A motivação é porque um sobrinho do comandante, também militar, foi processado pelo mesmo caso.

O oficial Ernesto Menafra, integrante da 5ª Divisão de Estado-Maior (Comunicações) foi processado pelo delito de peculato, informa hoje a imprensa local.

Rosadilla vai conceder nesta tarde uma entrevista coletiva sobre o assunto. A investigação surgiu depois de o ministro anunciar em 20 de julho a exoneração de quatro oficiais, um deles o adido militar do Uruguai no Brasil, após detectar uma milionária fraude na instituição.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h29

    -0,30
    3,269
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host