UOL Notícias Notícias
 
10/08/2010 - 01h22

Seul responde de forma positiva a comunicado japonês sobre ocupação

Seul, 10 ago (EFE).- O Governo da Coreia do Sul reconheceu a vontade japonesa de superar um passado "infeliz" entre os dois países depois que o primeiro-ministro do Japão, Naoto Kan, pediu desculpas nesta terça-feira pela ocupação colonial da península coreana.

Em comunicado oficial, Kan expressou o "profundo remorso" do Japão e pediu "desculpas de coração" pelos grandes danos e sofrimentos causados pela ocupação colonial japonesa (1910-1945), poucos dias antes de ser completado o centenário da anexação.

Em resposta, o Ministério de Exteriores sul-coreano disse que Seul "presta atenção" ao fato de o Japão aceitar que a colonização japonesa foi contra a vontade do povo coreano e manifestar franqueza sobre erros passados.

Seul expressou, além disso, em comunicado, seu desejo de que "essa visão seja compartilhada por todo o povo do Japão".

"Reconhecemos o comunicado do primeiro-ministro Kan como a vontade do líder e de seu Governo para superar um passado infeliz entre Coreia e Japão e para impulsionar brilhantes relações bilaterais futuras", assinala.

Ao mesmo tempo, Seul qualificou positivamente o compromisso japonês de realizar cooperação humanitária relacionada com o colonialismo e devolver patrimônios culturais sul-coreanos tomados durante a colonização, entre eles os documentos reais da Dinastia de Joseon (1392-1910).

Seul expressou ainda seu desejo que as relações entre Coreia do Sul e Japão sigam avançando sobre a base de uma correta percepção e reflexão desse passado histórico "infeliz".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host