UOL Notícias Notícias
 
11/08/2010 - 23h14

Bolívia rebate acusações de Serra sobre cumplicidade em relação ao tráfico

La Paz, 12 ago (EFE).- O Ministério de Exteriores da Bolívia criticou "enfaticamente" as novas acusações do candidato à Presidência José Serra (PSDB), que afirmou que o Governo de Evo Morales é "frouxo" na luta contra o narcotráfico.

A Chancelaria boliviana lamentou em comunicado "as novas e desafortunadas declarações" de Serra, que disse que o "Governo Boliviano é frouxo em relação ao controle da cocaína".

O Ministério das Relações Exteriores qualificou as declarações de Serra como "infundadas e carentes de veracidade", afirmando que são "afirmações recorrentes realizadas unicamente com intenções eleitorais".

"O Governo da Bolívia ratifica o compromisso assumido de luta frontal contra o tráfico ilícito de drogas, realizado com o apoio dos organismos internacionais especializados no assunto", acrescenta a nota.

Serra afirmou em maio que entre 80% e 90% da cocaína que chega ao Brasil procede da Bolívia, e que o Governo Morales tem que ser "cúmplice" ou culpado por omissão, o que foi rejeitado pelo Executivo boliviano.

A Polícia Federal revelou no início deste mês que 59% da cocaína confiscada este ano no país procede da Bolívia.

Durante o fim de semana, a Polícia boliviana confiscou mais de 800 quilos de cocaína de alta pureza na fronteira com o Brasil, que seria destino das drogas apreendidas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host