UOL Notícias Notícias
 
11/08/2010 - 12h52

Camponês é morto em área de influência de grupo armado no Paraguai

Assunção, 11 ago (EFE).- Um camponês paraguaio foi assassinado a tiros na região nordeste do país, supostamente por membros do grupo armado de esquerda Exército do Povo Paraguaio (EPP), informaram hoje as autoridades.

Trata-se de Florencio Núñez, de 40 anos, que foi morto na noite de terça-feira por quatro homens que invadiram sua casa, em Curuzú de Hierro, a cerca de 500 quilômetros ao norte de Assunção.

O chefe da Polícia do departamento de Concepción, Carlos Aguilera, disse a jornalistas que não pode "confirmar nem descartar" que o assassinato se deva a uma possível represália do EPP, já que Núñez havia feito declarações públicas contra o grupo armado.

Segundo a imprensa, Núñez fornecia informação aos organismos de segurança sobre o grupo, ao qual as autoridades atribuem famosos casos de sequestros e assassinatos em Concepción.

Por sua parte, o ministro de Interior Rafael Filizzola assegurou que Núñez não forneceu nenhum dado à Polícia, que realizou uma operação na região em busca dos autores do crime.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host