UOL Notícias Notícias
 
11/08/2010 - 13h41

Com 25 mil pessoas afetadas, continuam buscas em Leh

Nova Délhi, 11 ago (EFE).- Ao menos 25 mil pessoas sofreram com a devastação produzida pelas chuvas que caíram em 6 de agosto e cobriram de lodo a região da Caxemira indiana de Leh, onde morreram ao menos 174 pessoas e hoje continuaram os trabalhos de resgate de vítimas e a evacuação de turistas apanhados.

A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) assegurou hoje, cinco dias depois da tragédia, que apesar dos "desafios logísticos" começou a chegar à região - como lençóis, artigos de higiene, utensílios de cozinha, roupas e lonas - as 2 mil famílias "mais vulneráveis".

"Estamos examinando as necessidades médicas e mobilizando nossos recursos para fazer os atendimentos", disse em comunicado MSF.

A organização está coordenando sua ação com outras ONGs locais e com "Save the Children", e se propõe distribuir ajuda também ao vizinho e militarizado distrito de Kargil, onde fica a estrada que leva ao conflituoso vale muçulmano da Caxemira.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h09

    -0,72
    3,156
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h14

    1,12
    68.741,03
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host