UOL Notícias Notícias
 
11/08/2010 - 13h39

EUA e Israel pedem negociações diretas aos palestinos

Jerusalém, 11 ago (EFE).- O enviado especial dos Estados Unidos para o Oriente Médio, George Mitchell, e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fizeram hoje em Jerusalém um novo apelo conjunto aos palestinos para que entrem em diálogo direto de paz.

"Concordamos na necessidade de iniciar conversas diretas com os palestinos", disse Mitchell diante de Netanyahu antes da reunião que mantiveram, em mais um pedido aos palestinos que aceitem que as atuais negociações indiretas com Israel, retomadas em maio com medicação americana, passem a um formato direto.

"É o que venho dizendo há um ano e meio. Vamos a isso", respondeu Netanyahu.

O encontro, que estava inicialmente previsto para a tarde de ontem, ocorreu pouco antes de Mitchell analisar em Tel Aviv com o ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, "o processo político e a necessidade de passar a conversas diretas com os palestinos", informou o Ministério da Defesa em um breve comunicado.

O enviado americano não tem mais reuniões públicas previstas e voltará a Washington ainda hoje, indicaram fontes da embaixada dos Estados Unidos em Tel Aviv.

Mitchell chegou na segunda-feira passada à região para mediar na sétima rodada de negociações indiretas, em meio a uma crescente pressão aos palestinos por parte da comunidade internacional para que consigam efetuá-las em formato direto.

Ontem, depois de se reunir com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, na cidade cisjordaniana de Ramala, o enviado americano reconheceu que as dificuldades nas negociações.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host