UOL Notícias Notícias
 
11/08/2010 - 13h55

EUA investigam causas do acidente que matou ex-senador

Washington, 11 ago (EFE).- As autoridades federais dos Estados Unidos investigam hoje as causas do acidente aéreo no Alasca que matou na segunda-feira o ex-senador republicano Ted Stevens e que deixou em estado grave o ex-administrador da Nasa Sean O'Keefe e outros três sobreviventes que esperaram 12 horas por resgate.

A presidente do Conselho Nacional de Segurança no Transporte (NTSB, na sigla em inglês), Deborah Hersman, disse hoje à rede "CNN" que a investigação ainda está em etapa preliminar e que ainda é cedo para saber o que causou a queda do avião, no qual viajavam nove pessoas.

Deixando um saldo de cinco mortos e quatro sobreviventes, o acidente aconteceu pouco depois das 15h local (20h de Brasília) de segunda-feira, em um local a cerca de 32 quilômetros de Dillingham (Alasca), aonde se dirigiam os nove tripulantes do avião para passar alguns dias pescando, explicou Hersman.

Ele confirmou que, no momento da colisão do avião, que como muitas outras na Alasca rural funcionava sob o sistema de piloto automático, as condições atmosféricas na região incluíam chuvas leves, nuvens e rajadas de vento.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host