UOL Notícias Notícias
 
11/08/2010 - 01h56

Honduras pretende assinar acordo com o FMI até outubro

Tegucigalpa, 10 ago (EFE).- O Governo de Honduras espera assinar em outubro um acordo econômico com o Fundo Monetário Internacional (FMI) após os "avanços" conseguidos nesta terça-feira com uma missão do organismo, após negociações iniciadas no último dia 2.

A ministra da Presidência de Honduras, María Antonieta Guillén, disse a jornalistas que nesta terça foram acertados com o FMI "acordos sobre os temas mais importantes sobre o que significa um programa econômico para o país".

A ministra compareceu na Casa Presidencial acompanhada da presidente do Banco Central de Honduras, María Elena Mondragón, e do ministro das Finanças, William Chong Wong.

A presidente do Banco Central enfatizou que, nas negociações, que continuarão em setembro, não foram estabelecidas medidas tributárias adicionais, alem das duas já aplicadas pelo Governo no primeiro trimestre do ano.

O ministro das Finanças também reiterou que o acordo que está sendo negociado com o FMI não inclui medidas adicionais além daquelas iniciadas pela a administração de Porfirio Lobo, que assumiu a presidência em janeiro.

Acrescentou que o acordo não foi assinado nesta terça "por que os documentos têm que ser revisados pelas diferentes unidades do Fundo Monetário para que façam suas observações".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h19

    -0,84
    3,152
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h27

    1,05
    68.693,62
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host