UOL Notícias Notícias
 
11/08/2010 - 13h30

Presidente chileno exonera 3 altos cargos pelo acidente em mina

Santiago do Chile, 11 ago (EFE).- O presidente do Chile, Sebastián Piñera, exonerou hoje três altos cargos do Serviço Nacional de Geologia e Mineração (Sernageomin) por irregularidades na inspeção da mina de San José, onde permanecem presos 33 trabalhadores há seis dias.

Os funcionários demitidos são o diretor nacional do Sernageomin, Alejandro Vio; o subdiretor de Mineração, Exequiel Llanes, e o diretor da Sernageomin na região de Atacama, Rodolfo Díaz.

"Esta reestruturação vai nos permitir modernizar e colocar em dia o serviço (...) que cumpre um trabalho fundamental e do qual temos fundamentos que não foram cumpridos, muitos erros e muitas omissões", disse Piñera durante um comparecimento junto ao ministro de Mineração, Laurence Golborne.

O presidente chileno anunciou mais mudanças no Sernageomin, organismo ligado ao Ministério de Mineração, e assegurou que uma equipe de analistas já trabalha com o ministro Golborne para reestruturação.

A "profunda reestruturação" anunciada por Piñera prevê redefinir as funções do Sernageomin, suas atribuições e as sanções que pode impor.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,45
    3,141
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,39
    64.684,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host