UOL Notícias Notícias
 
12/08/2010 - 22h21

Empresa de apliques de cabelo processa Paris Hilton em US$ 35 mi

Los Angeles, 12 ago (EFE).- A socialite Paris Hilton foi processada pela empresa Hairtech International em US$ 35 milhões por supostamente usar apliques de cabelo de uma companhia concorrente, informou hoje a imprensa local.

O valor corresponde a dez vezes o pago pela Hairtech International para contratar os serviços de Paris.

A empresa assegura que Paris usou apliques de outra empresa em 2008, violando o contrato entre as partes para usar e promover exclusivamente os da Hairtech Internacional.

Segundo o site do canal "KTLA", o processo também lembra que a socialite não compareceu em 2007 a uma festa de promoção dos apliques por estar na prisão à época.

Paris passou 23 dias atrás das grades após ser condenada por dirigir sem habilitação enquanto estava em liberdade condicional também por dirigir de forma perigosa.

Os diretores da Hairtech asseguram que a ausência de Paris no evento provocou perdas de US$ 6,6 milhões à empresa.

Esta não é a primeira vez em que empresas que contratam Paris Hilton a processam.

Os produtores do filme "Universidade do Prazer" a processaram em 2008 alegando que a socialite não promoveu a fita devidamente.

Na ocasião, um juiz determinou que a socialite não será obrigada a devolver os US$ 8,3 milhões gastos na rodagem do filme, a quantia pedida pelos produtores.

No entanto, a Justiça americana ainda precisa se pronunciar sobre se Paris deve devolver o que cobrou para atuar, US$ 1 milhão.

"Universidade do Prazer" faturou apenas US$ 3 milhões nas 25 salas americanas em que foi exibido.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h20

    -0,41
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h20

    0,52
    63.556,42
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host