UOL Notícias Notícias
 
16/08/2010 - 15h44

Autoridades expulsam de Darfur membros das Nações Unidas e da Cruz Vermelha

Cartum, 16 ago (EFE).- Cinco funcionários das Nações Unidas e do Comitê Internacional da Cruz Vermelha foram expulsos da região sudanesa de Darfur pelas autoridades do país, anunciou hoje Abdala al Fadel, dirigente da missão conjunta da ONU e da União Africana (Unamid) no estado de Darfur Oeste.

Em declarações à imprensa, Fadel explicou que as autoridades do Sudão não explicaram o porquê da medida e disseram apenas que os funcionários "excederam seu mandato".

Entre os expulsos estão os chefes da Agência da ONU para os Refugiados (Acnur) e da Organização da ONU para a Agricultura e a Alimentação (FAO) em Darfur Oeste, assim como o responsável da Acnur na cidade de Zalingei, no mesmo estado.

Fadel não deu mais detalhes sobre o ocorrido, nem divulgou as nacionalidades dos expulsos.

Em 15 de julho, uma espanhola e uma italiana da Organização Internacional para as Migrações (OIM) foram expulsas do Sudão por desenvolver atividades, segundo as autoridades do país, que violavam a missão de seu organismo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host