UOL Notícias Notícias
 
16/08/2010 - 18h23

Brasileiro é multado em US$ 100 mil no Paraguai por forjar documento

Assunção, 16 ago (EFE).- Um juiz paraguaio impôs hoje uma multa de US$ 106.918 ao brasileiro Ulisses Rodrigues Teixeira, que foi declarado culpado de forjar um documento para obter uma licença ambiental para explorar um terreno que faz parte de uma reserva florestal.

Teixeira seria membro de um grupo empresarial brasileiro que tem extensas plantações de soja no departamento de San Pedro (centro), segundo fontes judiciais.

A sentença foi ditada pelo juiz Rubén Ayala e o valor da multa será doado a quatro ONGs que assistem crianças pobres de várias regiões do Paraguai.

A Justiça paraguaia investiga o Instituto Nacional do Desenvolvimento Rural e da Terra por um suposto superfaturamento do contrato de compra de uma propriedade de 22 mil hectares pertencente ao brasileiro.

Segundo o jornal "Abc Color", Rodrigues comprou a propriedade em 2007 por US$ 11,1 milhões e fechou contrato com o Governo paraguaio para vendê-la por três vezes o preço de compra.

Há seis dias, Rodrigues disse que uma de suas fazendas em San Pedro tinha sido invadida por um grupo de trabalhadores sem-terra.

O chefe de Gabinete do Governo paraguaio, Miguel López Perito, apontado pelo diário como o arquiteto da operação, descartou na semana passada que a nova ocupação dos sem-terra esteja ligada com ações empreendidas pelos trabalhadores para pressionar o Governo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host