UOL Notícias Notícias
 
16/08/2010 - 09h59

Fidel critica nomeação de Uribe em comissão da ONU

Havana, 16 ago (EFE).- O ex-líder cubano Fidel Castro considera um "disparate" e um "absurdo" a nomeação do ex-presidente colombiano Álvaro Uribe como membro da comissão da ONU que investigará o ataque de Israel à frota humanitária que se dirigia à Faixa de Gaza, segundo artigo publicado hoje.

"Tal decisão outorga a Uribe, acusado por crimes de guerra, total impunidade, como se um país cheio de valas comuns com corpos de pessoas assassinadas, algumas até com 2 mil vítimas, e sete bases militares ianques, mais o resto das bases militares colombianas a seu serviço, não tivesse nada a ver com o terrorismo e o genocídio", diz Fidel.

O ex-líder cubano faz essas referências a Uribe em artigo divulgado hoje nos jornais cubanos (todos oficiais).

Álvaro Uribe assumiu no último dia 10 a vice-presidência do comitê das Nações Unidas que investigará o ataque israelense à frota humanitária, ocorrido em 31 de maio, que deixou nove mortos.

A participação do ex-líder colombiano gerou críticas, particularmente na Colômbia, enquanto o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, defendeu sua nomeação.

Para Fidel Castro, o secretário-geral da ONU nomeou Álvaro Uribe "cumprindo ordens superiores".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host