UOL Notícias Notícias
 
16/08/2010 - 14h57

Polícia prende 4 suspeitos de provocar incêndios em Portugal

Lisboa, 16 ago (EFE).- A Polícia portuguesa anunciou hoje a detenção de quatro suspeitos por provocar incêndios em Portugal, onde as chamas destruíram ao longo de agosto cerca de 58 mil hectares de terra, sobretudo no norte do país.

A Polícia aplicou a prisão preventiva de um dos detidos por ser suposto autor de causar três incêndios em uma área de pinheiros e eucaliptos na cidade de Lamego (norte), nos dias 25 e 31 de julho e 13 de agosto.

O detido, agricultor de 41 anos, já tinha sido condenado por crime de incêndio florestal - estava em liberdade condicional - e supostamente agiu embriagado.

Foi detido também um homem de 60 anos, emigrante na França, sobre o qual existem fortes indícios por ter cometido dois incêndios em Arcos de Valdevez, nas imediações do parque natural de Peneda-Gerês, próximo à Galícia.

Também foi detido um homem de 36 anos, auxiliar de pedreiro, como presumível autor de cometer um incêndio em 14 de agosto em Paredes (norte) e suspeito de causar outros incêndios na região com a ajuda de produtos inflamáveis.

Por último, as autoridades anunciaram a detenção de um presumível piromaníaco, de 54 anos, na ilha atlântica da Madeira, onde vários incêndios destruíram zonas florestais da cordilheira central, assim como de um parque ecológico.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host