UOL Notícias Notícias
 
16/08/2010 - 11h50

UE defende ajuda ao Paquistão após graves inundações

Bruxelas, 16 ago (EFE).- A Comissão Europeia (órgão executivo da União Europeia) defendeu hoje a ajuda humanitária que destinou ao Paquistão e se considera "o doador mais generoso" após as mais graves inundações ocorridas no país nos últimos 80 anos.

A Comissão anunciou na semana passada o envio de ajuda humanitária no valor de 10 milhões de euros para atender os atingidos pelas enchentes, o que se somou aos 30 milhões de euros já anunciados em 30 de junho.

"Ajudaremos a quem necessitar, sem discriminação", declararam fontes da Comissão. Segundo elas, a ajuda humanitária é realizada de forma "neutra e baseada exclusivamente nas necessidades".

A comissária europeia de Cooperação Internacional, Ajuda Humanitária e Defesa Civil, Kristalina Georgieva, interrompeu suas férias para voltar a Bruxelas e estudar como conceder mais assistência ao Paquistão, o que será anunciado depois do verão (no Hemisfério Norte).

Nos últimos 12 meses, a Comissão outorgou 111,25 milhões de euros em ajuda para as vítimas de diversas crises no Paquistão.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host