UOL Notícias Notícias
 
17/08/2010 - 12h50

Karzai assina decreto que acaba com companhias de segurança no Afeganistão

Cabul, 17 ago (EFE).- O presidente afegão, Hamid Karzai, assinou hoje um decreto para acabar com as companhias de segurança privadas que atuam no Afeganistão em um prazo de quatro meses.

Karzai defendeu a necessidade de "melhorar a segurança, proteger as vidas das pessoas, evitar desordens de segurança e o mal uso de uniformes militares que deixaram algumas vítimas" para justificar sua decisão.

"Após uma profunda reflexão sobre o assunto, ordeno a dissolução das companhias de segurança estrangeiras e locais em quatro meses", disse o presidente no decreto.

Karzai esclareceu que os membros afegãos destas empresas poderão alistar-se na Polícia, com ou sem suas armas, uma gestão da qual ficará encarregado o Ministério do Interior.

"Se as companhias não quiserem vender suas armas, podem levá-las a seus países, mas os vistos de seu pessoal (estrangeiro) serão cancelados", disse o presidente.

As empresas que não estiverem registradas pelo Governo serão consideradas ilegais e as autoridades apreenderão suas instalações e suas armas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h19

    0,40
    3,292
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h24

    -0,48
    62.954,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host