UOL Notícias Notícias
 
17/08/2010 - 13h16

Líbano entrega provas do Hisbolá a tribunal internacional sobre caso Hariri

Beirute, 17 ago (EFE).- A Justiça libanesa entregou hoje à Promotoria do Tribunal Especial para o Líbano, que investiga o caso do assassinato do ex-primeiro-ministro libanês Rafik Hariri, as provas apresentadas pelo Hisbolá acusando Israel do crime.

O responsável pelo grupo xiita, Wafik Safa, entregou hoje um envelope com as provas ao promotor libanês Said Mirza, que, por sua vez, as enviou ao magistrado da corte internacional Daniel Bellemare, informou a agência de notícias estatal "ANN".

Bellemare solicitou no último dia 11 às autoridades do Líbano toda a informação em poder do secretário-geral do Hisbolá, Hassan Nasrallah, incluindo o material de vídeo que mostrou em entrevista coletiva transmitida pela televisão dois dias antes.

Em seu discurso, Nasrallah mostrou vídeos e fotos aéreas, mas não provas contundentes, que supostamente acusavam Israel do assassinato de Hariri, no dia 14 de fevereiro de 2005, em um atentado com carro-bomba em Beirute.

O Hisbolá apresentou os documentos depois que, na sexta-feira, afirmou que só os entregaria ao Governo libanês, já que não confia no tribunal internacional, com sede na cidade holandesa de Leidschendam.

A rede de televisão "Al-Manar" informou hoje que o ministro de Estado para a Reforma Administrativa Mohammad Fneich, membro do grupo xiita, assegurou que a entrega das provas "não modifica o ponto de vista sobre o tribunal, que não tem nenhuma credibilidade".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host