UOL Notícias Notícias
 
23/08/2010 - 22h21

Juiz paralisa financiamento público de pesquisas com células-tronco nos EUA

Washington, 23 ago (EFE).- Um juiz federal dos Estados Unidos paralisou hoje de maneira cautelar o financiamento público das pesquisas com células-tronco no país, em um revés a uma das apostas mais polêmicas do presidente Barack Obama em matéria científica.

O tribunal deu a razão a um grupo de pesquisadores que em junho processaram os Institutos Nacionais de Saúde, uma divisão do Departamento de Saúde de EUA, por terem autorizado o uso de 13 linhagens de célula-tronco produzidas por cientistas em Boston e Nova York.

Com essa medida, aprovada em dezembro de 2009, a Administração de Obama reverteu a política do Executivo anterior no controvertido campo da pesquisa com células-tronco, que alguns cientistas consideram chave para conseguir avanços no tratamento de doenças como o Alzheimer.

Para os litigantes, no entanto, este tipo de investigação é imoral, pois supõe "a destruição de embriões humanos".

Essa posição recebeu hoje o respaldo do juiz do Distrito de Columbia Royce Laymberth, que esclareceu que a direção aprovada em dezembro viola uma lei que proíbe o uso de fundos federais para destruir embriões humanos.

"A pesquisa com células-tronco implica claramente a destruição de um embrião humano", disse Laymberth em uma resolução de 15 páginas.

A demanda recebeu o apoio de grupos conservadores e cristãos que se opõem ao uso de embriões humanos para pesquisa a cujas reivindicações respondeu então George W. Bush (2001-2009), ao impor durante seu Governo restrições ao financiamento público desses estudos.

No entanto, o setor privado continuou aprofundando neste campo e quase meia dúzia de estados aprovaram desde então leis que permitem o financiamento estatal de outras linhas de pesquisa com células-tronco.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h19

    1,05
    3,179
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h20

    -0,95
    67.939,70
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host