UOL Notícias Notícias
 
23/08/2010 - 15h10

Lugo passará por exame de paternidade

Assunção, 23 ago (EFE).- O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, se submeterá amanhã ao primeiro exame de paternidade do processo judicial de uma das três mulheres que alegam ter filhos do governante, confirmaram hoje fontes oficiais.

O ministro da Informação paraguaio, Augusto dos Santos, disse em entrevista coletiva que o exame de DNA será realizado às 8h local (9h de Brasília) na residência presidencial, onde o chefe de Estado realiza algumas tarefas oficiais três semanas após ser diagnosticado com um linfoma.

Segundo Santos, estarão presentes no momento do exame representantes das partes do processo, inclusive Hortensia Morán, a mulher que atribui a Lugo a paternidade de seu filho Juan Pablo, de dois anos.

Diretora de uma creche social na cidade paraguaia de Capiatá, Hortensia, de 40 anos, assegura que teve relações sexuais com Lugo durante a última campanha eleitoral, quando ela pertencia a um dos partidos que apoiaram a candidatura do ex-bispo.

O exame será analisado por três laboratórios privados de Assunção. Os resultados serão conhecidos entre duas e quatro semanas, afirmou Hortensia à imprensa.

O exame de DNA foi ordenado pela Justiça paraguaia no último dia 10. Esse pode não ser o único teste pelo qual Lugo deverá se submeter, pois outra mulher, Benigna Leguizamón, de 27 anos, também alega ser mãe de um filho de Lugo.

Os escândalos de paternidade envolvendo Lugo começaram em seu primeiro ano de mandato com o caso de Viviana Carrillo, mãe de Guillermo Armindo, quem foi reconhecido e que nasceu em 4 de maio de 2007, cinco meses depois do líder renunciar à condição de bispo da Igreja para se dedicar à política.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host