UOL Notícias Notícias
 
23/08/2010 - 18h52

Wyclef Jean adia para amanhã apelação a exclusão de eleições haitianas

Porto Príncipe, 23 ago (EFE).- O músico de hip-hop Wyclef Jean adiou para amanhã a apresentação de um recurso de apelação à decisão do Conselho Eleitoral Provisório (CEP) de rejeitar sua candidatura à Presidência do Haiti para as eleições gerais de novembro.

Um dos conselheiros do artista disse à Agência Efe que espera para amanhã todos os advogados de Jean para realizar a ação frente à Justiça, prevista inicialmente para hoje, e explicar a iniciativa à população.

Enquanto isso, o cantor transmitiu às emissoras da capital uma declaração gravada na qual criticou a decisão do CEP que, segundo ele, "violou a Constituição" do Haiti.

O rapper, que vive nos Estados Unidos desde os nove anos, afirmou ontem em sua conta no twitter que reuniu "todos os requisitos estabelecidos pelas leis" e que "a lei deve ser respeitada".

Em mensagem anterior, o artista declarou: "embora eu não esteja de acordo com a sentença, respeitosamente, aceito a decisão final do Conselho e insto meus partidários a fazer o mesmo".

Na lista emitida pelo CEP no dia 20 de agosto, a candidatura de Jean foi rejeitada junto às de outros 14 postulantes, enquanto 19 aspirantes foram aceitos para o pleito.

A candidatura do cantor esteve em dúvida desde o começo, já que aparentemente não cumpria com o requisito de ter vivido no país caribenho durante os cinco exercícios anteriores às eleições.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h29

    0,48
    3,282
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h38

    1,29
    63.471,86
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host