UOL Notícias Notícias
 
24/08/2010 - 09h34

Jimmy Carter viaja a Pyongyang para tentar libertação de americano

Washington, 24 ago (EFE).- O ex-presidente americano Jimmy Carter fará hoje uma viagem privada à Coreia do Norte para negociar a libertação do cidadão americano Aijalon Mahli Gomes, condenado a oito anos de prisão por entrada ilegal nesse país, informou hoje a imprensa local.

A revista "Foreign Policy" indicou que o objetivo da viagem de Carter, que irá acompanhado por sua esposa Rosalynn, é "trazer Aijalon Mahli Gomes, de 30 anos, condenado em abril três meses depois de ser detido quando cruzava a fronteira entre China e Coreia do Norte".

Em julho passado, a agência oficial norte-coreana informou que Gomes tinha tentado se suicidar.

Um funcionário consular, dois médicos e um tradutor do Departamento de Estado viajaram no início de agosto à Coreia do Norte em uma frustrada tentativa de conseguir a libertação do americano detido e condenado por entrada ilegal nesse país.

Nenhum funcionário do Governo dos Estados Unidos acompanhará Carter, pois ele viaja como cidadão particular, da mesma forma como em agosto do ano passado o ex-presidente Bill Clinton foi a Coreia do Norte e obteve a libertação das jornalistas Laura Ling e Euna Lee.

As duas jornalistas, que trabalhavam para a emissora "Current TV", tinham entrado na Coreia do Norte desde China.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h50

    -0,58
    3,118
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h59

    -0,61
    75.514,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host