UOL Notícias Notícias
 
24/08/2010 - 05h59

Polícia do Iêmen mata 18 supostos membros da Al Qaeda

Sana, 24 ago (EFE).- Dezoito supostos integrantes da rede terrorista Al Qaeda morreram em vários confrontos com a Polícia no sul do Iêmen, em operação que começou há quatro dias, informaram nesta terça-feira à agência Efe fontes de segurança.

A operação, na localidade de Luder, na província de Abuan, começou após a morte de 11 policiais em uma emboscada supostamente armada por homens pertencentes à Al Qaeda contra um comboio policial na sexta-feira.

Durante uma batida na segunda-feira, em Luder, quatro suspeitos foram mortos em enfrentamentos com a Polícia, destacaram as fontes.

Outros 14 supostos integrantes do grupo terrorista morreram em tiroteios registrados entre sexta-feira e sábado.

As forças da Polícia iemenita, apoiadas por unidades do Exército, sitiaram a cidade no sábado passado para impedir a fuga de homens armados, que supostamente se refugiam em Luder, localidade que conta com cerca de 100 mil habitantes.

Segundo as testemunhas, centenas de civis abandonaram suas casas nesta terça e se refugiaram em escolas e mesquitas, fugindo dos confrontos.

Um comunicado do Ministério do Interior iemenita explicou que a Polícia fez várias batidas em casas onde supostamente se escondiam membros da Al Qaeda, no terceiro dia de uma ampla operação contra a infraestrutura do grupo.

Segundo a nota, um grupo de supostos terroristas conseguiu fugir da cidade. Durante a operação, os agentes apreenderam morteiros, metralhadoras, bombas e munição.

As autoridades acreditam que os insurgentes recebem apoio do movimento que luta pela independência do sul do Iêmen.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host