UOL Notícias Notícias
 
25/08/2010 - 12h05

Candidatos respaldados por Sarah Palin se impõem nas primárias

Washington, 25 ago (EFE).- Os candidatos respaldados pela ex- aspirante à Vice-Presidência dos Estados Unidos Sarah Palin levam vantagem nas primárias do Partido Republicano realizadas ontem em alguns estados, das quais até agora não há resultados definitivos.

No Alasca, onde Palin foi governadora durante dois anos até que renunciou para se transformar no rosto mais visível do movimento ultraconservador conhecido como "Tea Party", será preciso esperar ao menos uma semana para saber quem vai representar o partido no Senado nas eleições de 2 de novembro.

A atual senadora republicana do Alasca, Lisa Murkowski, que gastou US$ 1,86 milhão na campanha, recebeu por enquanto 49% dos votos apurados, enquanto seu concorrente, o advogado Joe Miller, que não gastou mais que US$ 84 mil, mas conta com o respaldo de Palin, está com 51%.

Na primária republicana para o cargo de governador do Alasca, Sean Parnell, que herdou o posto quando Palin renunciou em 2009, derrotou facilmente seus concorrentes, Ralph Samuels e Bill Walker.

No Arizona o senador veterano e ex-candidato presidencial John McCain superou por quase 24 pontos o ex-representante John Davis Haywort.

Palin colocou todo seu apoio em McCain, que em 2008 a lançou na arena política nacional ao escolhe-lá como a primeira mulher candidata à Vice-Presidência dos Estados Unidos pelo Partido Republicano.

Outra vitória para os afilhados políticos de Palin foi a de Ben Quayle, que ganhou a primária para ocupar uma das cadeiras do Arizona na Câmara de Representantes.

O veterano da Guerra do Iraque Jesse Kelly, que também conta com a simpatia da ex-governadora, derrotou o candidato apoiado pela cúpula do partido e ex-senador republicano Jonathan Paton, como candidato a outra das cadeiras do Arizona na Câmara Baixa.

Na Flórida, o representante democrata Kendrick Meek derrotou amplamente o multimilionário Jeff Greene na escolha de candidato para o Senado.

Em novembro Meek deverá enfrentar o ex-presidente da Câmara de Representantes da Flórida, o republicano Marco Rubio, que ganhou facilmente ontem a primária de seu partido, e o governador Charlie Crist, quem se lançou como independente.

Na primária republicana para governador da Flórida, o ex-executivo de uma empresa de serviços médicos Rick Scott, que gastou mais de US$ 50 milhões de seus próprios fundos na campanha, derrotou Bill McCollum, que tinha o respaldo da máquina do partido.

As eleições de 2 de novembro são para renovar as 435 cadeiras da Câmara de Representantes e um terço do Senado e, além disso, alguns estados realizarão eleições para governador.

Os republicanos acreditam nestas eleições para recuperar o controle do Congresso.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host